Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

Espasmo num Transistor

A Derrota da Engrenagem

«Síntese sonora; Guitarra eléctrica; Uma Roland TR606 (caixa de ritmos vintage usada nos primórdios do acid house); artefactos de música concreta, nomeadamente fontes sonoras (ruído) recolhidas e devidamente manipuladas; Sampling; finalmente um sujeito com uma imaginação criativa considerável no que diz respeito à concepção musical de ideias musicais e capaz de levar a cabo a produção de um disco de óptima qualidade, praticamente sozinho e com poucos recursos. Luís Fernandes, guitarrista dos bracarenses frequency, apresenta-se em 'A Derrota da Engrenagem' sobre o pseudónimo de 'the astroboy'. Apesar de ter sido lançado há relativamentee pouco tempo, o álbum apresentado e já considerado por alguns como um dos melhores da cena alternativa portuguesa de inícios de 2007. E não é muito difícil explicar porquê. A linguagem musical que aqui podemos escutar encontra-se extremamente cuidada, remetendo-nos para algo próximo de Mogwai, Jony Greenwood, Thom Yorke, Radiohead, Keith Fullerton Whitman, Boards Of Canada, e toda uma série de bandas e projectos musicais da actualidade a que já nos habituamos e que de resto, representam o melhor que se tem feito nos últimos tempo ao nível da fusão entre duas linguagens musicais que cada vez mais caminham em sentidos paralelos: a electrónica e o pop/rock. Na verdade, se as bandas atrás mencionadas representam aquilo que de melhor se tem feito no estrangeiro nos últimos tempo a este nível, resta-me então dizer que é impossível ouvirmos 'A Derrota Da Engrenagem' sem ficarmos de todo alheios à qualidade daquilo que nos é apresentado: uma série de paisagens sonoras que deambulam entre o Shoegaze, o Drone, e Pop/Rock contemporâneo, e uma linguagem extremamente cuidada, dotada de uma sensibilidade estética considerável, a qual e impossível ficarmos de resto apáticos. Se muitos pensam que já tudo está feito em relação à síntese de linguagens musicais que fazem da actualidade e que a música popular urbana portuguesa está muito aquém das expectativas daquilo que podemos ouvir a nível de música importada dos países anglo-saxónicos então enganem-se porque a derrota da engrenagem encontra-se a meu ver ao nível daquilo que se tem feito no estrangeiro nestes últimos anos nestes prismas. Um disco a não perder.» (1)Tiago Morgado

publicado por Ridwan às 02:39
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Feeds

  Subscribe in a reader

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

.arquivos

. Abril 2009

. Março 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.links

.tags

. todas as tags

Creative Commons License
.